Uma consciência que condena


O apostolo paulo nos mostra quatro estados progressivos de uma consciência que condena.
Uma consciência fraca, mórbida e superescrupulosa. Paulo esclarece este ponto com o exemplo de alimentos oferecidos à ídolos. "Existem pessoas tão acostumadas com os ídolos, que até agora comem desses alimentos, pensando que eles pertencem aos ídolos. A consciência dessas pessoas é fraca, e por isso elas se sentem impuras quando comem desses alimentos... Desse modo, pecando contra o seu irmão e ferindo a consciência dele, você estará pecando contra Cristo.(1 Cor.8.7; -12).

A consciência desta pessoa reage fielmente de acordo com a luz que tem; mas como uma bússola de fraca corrente magnética ,ela tende a vacilar. O resultado é que seu possuidor é a todo instante atormentado pela dúvida quanto à propriedade uma ação,e arranca,pela descrença, o que foi semeado com fé. Dois motivos pode haver para tal fraqueza conhecimento imperfeito da Palavra e da vontade de Deus,Com conseqüente fé imperfeita; ou uma vontade insubmissa cuja escolha é vacilante. A medida corretiva é enfrentar os problemas à luz da Bíblia,chegar a uma decisão de acordo com o seu melhor juízo e resolutamente deixá-la aí.

Pois uma consciência fraca degenera-se facilmente numa consciência contaminada (1Cor.8.7). Se persistimos em alguma ação contra a qual a consciência protestou,esse procedimento a contamina e a impede de funcionar com fidelidade,do mesmo modo que o pó pode atrapalhar o delicado mecanismo de um relógio automático e o faz funcionar mal atrasando e tal. Isto é especialmente verdadeiro no domínio da pureza moral. "Todas as coisas são puras para os puros; todavia, para os impuros e descrentes, nada é puro. Porque tanto a mente como a consciência deles estão corrompidas." (Tito 1.15).

Uma consciência negligenciada pode tornar-se habitualmente má e culpada, chegando ao pode de considerar o bem como mal e o mal como bem. " em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência " (Hb.10.22). Se o seu possuidor estiver decidido a praticar o mal,a voz de protesto da consciência se tornará cada vez mais fraca.

A contestação habitual da consciência faz que ela se torne e cesse de funcionar. " pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência" (1Tm.4.2). Consciência cauterizada é consciência morta. Quando a consciência está cauterizada,ela já não protesta,e nenhum apelo tem êxito.

A falha em dar ouvidos à voz da consciência leva a graves conseqüências,o Apostolo continua advertindo: " mantendo fé e boa consciência, porquanto alguns, tendo rejeitado a boa consciência, vieram a naufragar na fé." (1Tm.1.19). em uma outra versão diz :"Conserve a sua fé e mantenha a sua consciência limpa. Algumas pessoas não têm escutado a sua própria consciência, e isso tem causado a destruição da sua fé."

Assim como a consciência condena ela também elogia mas este é assunto pra um outro post semana que vem traremos a baila à consciência que elogia.

Que Deus nos oriente,na Fé !

Um comentário:

  1. Muito Boa esta postagem Ev. André eu tive um problema ao explicar na E.B.d porque Paulo disse coma de tudo e não pergunte, como paulo ainda hoje traz Graça e não lei para os que tem duvidas sobre usos e costumes.
    Porem seja servo seja livre.
    E Juntos Vamos Viver a Fé.

    ResponderExcluir

Todos comentários são bem vindos.

Porém, se o seu comentário,conter qualquer tipo de agressão, ofensa ou desrespeito para com a Instituição Igreja Universal, para com seus líderes ou para com o autor deste blog, removeremos seu comentário sem aviso prévio.

Desde já agradeço o comentário.

Que Deus nos oriente,na Fé!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...